Aprenda idiomas on-line!
previous page  up Índice  next page  | Free download MP3:  ALL  81-90  | Free Android app | Free iPhone app

Home  >   50linguas.com   >   português PT   >   persa   >   Índice


82 [oitenta e dois]

Passado 2

 


‫82 [هشتاد و دو]‬

‫زمان گذشته 2‬

 

 
Tiveste de chamar uma ambulância?
‫تو مجبور بودی یک آمبولانس صدا کنی؟‬
to majbur budi yek âmbulâns sedâ koni?
Tiveste de chamar o médico?
‫تو مجبور بودی پزشک را خبر کنی؟‬
to majbur budi pezeshk râ khabar koni?
Tiveste de chamar a polícia?
‫تو مجبور بودی پلیس را خبر کنی؟‬
to majbur budi polis râ khabar koni?
 
 
 
 
Você tem o número de telefone? Ainda agora o tinha.
‫ شما شماره تلفن را دارید؟ تا الان من شماره را داشتم.‬
shomâ shomâre telefon râ dârid? tâ alân man shomâre râ dâshtam.
Você tem o endereço? Ainda agora o tinha.
‫ شما آدرس را دارید؟ تا الان من آن را داشتم.‬
shomâ âdres râ dârid? tâ alân man ân râ dâshtam.
Você tem o mapa? Ainda agora o tinha.
‫ شما نقشه شهر را دارید؟ تا الان من آن را داشتم.‬
shomâ naghshe shahr râ dârid? tâ alân man ân râ dâshtam.
 
 
 
 
Ele foi pontual? Ele não conseguia chegar a horas.
‫او (مرد) سر وقت آمد؟ او (مرد) نتوانست سر وقت بیاید.‬
oo sare vaght âmad? oo natavânest sare vaght biâyad.
Ele achou o caminho? Ele não conseguia achar o caminho.
‫ او (مرد) راه را پیدا کرد؟ او (مرد) نتوانست راه را پیدا کند.‬
oo râh râ peydâ kard? oo natavânest râh râ peydâ konad.
Ele entendeu-te? Ele não me conseguia entender.
‫او (مرد) متوجه صحبت تو شد؟ او (مرد) نتوانست صحبت مرا بفهمد.‬
oo motavajehe sohbate to shod? oo natavânest sohbate marâ befahmad.
 
 
 
 
Porque é que não eras pontual?
‫چرا تو نتوانستی به موقع بیایی؟‬
cherâ to natavânesti be moghe biâ-yee?
Porque é que não conseguias achar o caminho?
‫چرا تو نتوانستی راه را پیدا کنی؟‬
cherâ to natavânesti râh râ peydâ koni?
Porque é que não o conseguias entender?
‫چرا تو نتوانستی صحبت هایش را بفهمی؟‬
cherâ to natavânesti sohbat-hâyash râ befahmi?
 
 
 
 
Eu nãoconseguia chegar a horas porque não havia autocarro.
‫ من نتوانستم بموقع بیایم زیرا هیچ اتوبوسی حرکت نمی کرد.‬
man natavânestam be moghe biâyam zirâ hich otobusi harekat nemikard.
Eu não conseguia encontrar o caminho porque não tinha um mapa da cidade.
‫من نتوانستم راه را پیدا کنم زیرا نقشه شهر را نداشتم.‬
man natavânestam râh râ peydâ konam zirâ nagh-she-ye shahr râ nadâshtam.
Eu não o conseguia entender porque a música estava muito alta.
‫من حرفش را نفهمیدم زیرا صدای آهنگ بلند بود.‬
man harfash râ nafahmidam zirâ sedâye âhang boland bud.
 
 
 
 
Eu tive que apanhar um táxi.
‫من مجبور بودم یک تاکسی سوار شوم.‬
man majbur boodam yek tâxi savâr shavam.
Eu tive que comprar um mapa.
‫من مجبور بودم یک نقشه شهر بخرم.‬
man majbur boodam yek nagh-she-ye shahr bekharam.
Eu tive que desligar o rádio.
‫من مجبور بودم رادیو را خاموش کنم.‬
man majbur boodam râdio râ khâmush konam.
 
 
 
 
 

previous page  up Índice  next page  | Free download MP3:  ALL  81-90  | Free Android app | Free iPhone app

É melhor aprender línguas no estrangeiro!

Os adultos não aprendem línguas tão facilmente como as crianças. O desenvolvimento do seu cérebro está concluído. Por esta razão, pode não ser tão fácil a criação de novas redes neurais. Todavia, pode-se aprender muito bem uma língua mesmo quando já se é adulto! Para tal, é preciso viajar para o país onde se fala essa língua. É no estrangeiro que se aprende, efetivamente, uma língua estrangeira. Qualquer um que tenha feito umas férias de estudo de línguas no estrangeiro sabe disso. Num contexto de imersão aprende-se a nova língua com mais rapidez. Pois bem, um estudo recente chegou a uma conclusão interessante. Ficou demonstrado que também aprendemos de um modo diferente uma nova língua quando estamos no estrangeiro! O cérebro processo a língua estrangeira como se fosse uma língua materna. Entre os investigadores, há uma crença antiga de que existem diferentes processos de aprendizagem. Parece, pois, que uma experiência vem agora confirmá-lo. Um grupo de indivíduos teve que aprender uma língua inventada. Uma parte dos indivíduos envolvidos na experiência frequentou aulas normais. A outra parte da aprendizagem decorreu num contexto de imersão simulado. Os indivíduos tinham que agir como se estivessem num ambiente estrangeiro. Todas as pessoas com quem eles tinham contato falavam a nova língua. Por isso, estes indivíduos não eram alunos de línguas, no seu sentido tradicional. Pertenciam a uma comunidade estrangeira de falantes. Assim, foram forçados a desenrascarem-se com a nova língua. Passado um tempo, estes indivíduos foram submetidos a um teste. Ambos os grupos evidenciaram o mesmo nível de conhecimentos da nova língua. Ainda que o seu cérebro tivesse processado a língua estrangeira de um modo diferente! Aqueles que aprenderam num "contexto de imersão" evidenciaram níveis notáveis de atividade cerebral. O cérebro deles processou a gramática estrangeira como a da sua própria língua. Foi possível identificar os mesmos mecanismos utilizados pelos falantes nativos. Uma estadia linguística é a melhor forma e a mais efetiva de se aprender uma língua!

 

Downloads are FREE for private use, public schools and for non-commercial purposes only!
LICENCE AGREEMENT. Please report any mistakes or incorrect translations here.
© Copyright 2007 - 2016 Goethe Verlag Starnberg and licensors. All rights reserved.
Contact
book2 português PT - persa para principiantes