Aprenda idiomas on-line!
previous page  up Índice  next page  | Free download MP3:  ALL  41-50  | Free Android app | Free iPhone app

Home  >   50linguas.com   >   português PT   >   africâner   >   Índice


46 [quarenta e seis]

Na discoteca

 


46 [ses en veertig]

In die disko

 

 

 Clique sobre o texto! arrow
  
Este lugar está livre?
Posso-me sentar aqui?
Com muito prazer.
 
 
 
 
O que é que acha da música?
Um pouco alta de mais.
Mas a banda toca bem.
 
 
 
 
Costuma vir aqui muitas vezes?
Não, é a primeira vez.
Nunca estive aqui.
 
 
 
 
Quer dançar?
Se calhar mais tarde.
Eu não danço muito bem.
 
 
 
 
É muito fácil.
Eu mostro-lhe.
Não, obrigado / obrigada, fica para outra vez.
 
 
 
 
Está à espera de alguém?
Sim, estou à espera do meu namorado.
Ali vem ele!
 
 
 
 
 

previous page  up Índice  next page  | Free download MP3:  ALL  41-50  | Free Android app | Free iPhone app

Os genes influenciam a linguagem

A língua que falamos depende das nossas origens. Mas os nossos genes são igualmente responsáveis pela língua que falamos. Este é o resultado a que chegaram alguns investigadores escoceses. Eles investigaram por que motivo o inglês é diferente do chinês. Eles descobriram que os genes desempenham um papel importante. Pois os genes influenciam o desenvolvimento do nosso cérebro. Ou seja, eles moldam as estruturas do nosso cérebro. Portanto, a nossa capacidade é determinada para a aprendizagem das línguas. A este propósito, são decisivas as variações de dois genes, em particular. Se uma determinada variação é rara, desenvolvem-se as línguas tonais. As línguas tonais são, pois, faladas por povos que não possuem essa variação genética. Nas línguas tonais, a altura dos tons determina o significado das palavras. Entre as línguas tonais podemos encontrar o chinês, por exemplo. Se a variação genética é dominante, desenvolvem-se outras línguas. O inglês não é uma língua tonal. Esta variação genética não é distribuída de uma forma regular. Isto significa que esta variação tem lugar com uma frequência distinta no mundo inteiro. As línguas sobrevivem apenas quando são transmitidas. Por isso, as crianças têm que conseguir imitar os seus pais. Têm que conseguir aprender a língua muito bem. Apenas assim ela é transmitida de geração para geração. A antiga variação genética estimulou as línguas tonais. Antigamente, havia certamente mais línguas tonais do que hoje em dia. No entanto, não devemos sobre-estimar a componente genética. Ela pode realmente ajudar a esclarecer a evolução das línguas. Mas não existe nenhum gene para o inglês, nem para o chinês. Qualquer pessoa pode aprender a língua que quiser. Para tal não são necessários os genes, mas sim apenas curiosidade e disciplina!

 

Downloads are FREE for private use, public schools and for non-commercial purposes only!
LICENCE AGREEMENT. Please report any mistakes or incorrect translations here.
© Copyright 2007 - 2015 Goethe Verlag Starnberg and licensors. All rights reserved.
Contact
book2 português PT - africâner para principiantes